The Amazing Data – EU FUI !

Olá pessoal, tudo bem ?
Nos dias 19 e 20/05/2017, aconteceu o The Amazing Data, que reuniu um time de peso com 6 especialistas em Data Platform Microsoft, o evento foi organizado pelo MVP Vitor Fava e pelo time da Toma.Te e estava impecável.

Continuar lendo “The Amazing Data – EU FUI !”

Anúncios
The Amazing Data – EU FUI !

Reunião – SQLManiacs – 16/06/2017

Salve Salve…

Ontem tive a oportunidade de participar da palestra do Benjamin Nevarez e honestamente fiquei muito feliz pela oportunidade.. Muito conhecimento para pouco tempo..Ele apresentou a mesma palestra do Summit e isso foi uma oportunidade muito boa para quem não pode ir até Seattle fiz uma live e compartilho logo abaixo os links para quem não pode ir, foi uma experiência única e muito boa, depois disso fizemos um pequeno Happy Hour.

Veja umas fotos de ontem.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Parte 1.

Parte 2

Gostou ? Sexta tem treinamento com ele novamente e sábado mais evento…

The Amazing Data

Que a força esteja com você.

Flávio Farias

Reunião – SQLManiacs – 16/06/2017

Consolidando o Relatório do DMA com o Power BI

Tudo bem pessoal ?

Por conta de um projeto que estou, tive a necessidade de procurar uma forma mais dinâmica para entregar o relatório do DMA (Microsoft Data Migration Assistant) para o time de desenvolvimento, com isso encontrei dois artigos na TechNet utilizando PowerShell e PowerBI que foram uma mão na roda, resolvi gravar um vídeo explicando passo a passo como utilizar os recursos.

 

A resolução tá alta então alguns comandos no Powershell estão ruins de ler.

Vou colocar aqui a explicação de modo geral.

Ao executar o script no Powershell, uma mensagem de erro pode ocorrer por conta do nível da política de execução, para verificar utilize o seguinte comando:

Get-ExecutionPolicy

Provavelmente vai retornar como Restricted, para alterar utilize o seguinte comando:

Set-ExecutionPolicy Unrestricted -scope CurrentUser

Com isso é possivel executar o script sem problema, antes de executar, edite o script e altere o seguinte trecho(Ele fica no final do arquivo):

dmaProcessor -serverName localhost `
 -databaseName DMAReporting `
 -jsonDirectory “C:\DMAResults\” `
 -processTo SQLServer

Para valores relacionados ao seu ambiente, no meu caso ficou assim:

dmaProcessor -serverName localhost\sql2016 `
-databaseName DMAReporting `
-jsonDirectory “C:\Users\Flavio\Desktop\Tutorial-PowerBI-DMA\DMA_Processor_V5.0\” `
-processTo SQLServer

Em seguida basta executar o arquivo .PS1

E seguir o passo a passo no vídeo.

Referências

Download do DMA (Data Migration Assistant)

Consolidação do DMA – Json utilizando o PowerShell

Relatório com consolidação do DMA com o PowerBI

Que a força esteja com vocês.

Flávio Farias

Consolidando o Relatório do DMA com o Power BI

UNIP – Comunidades Técnicas e Plataforma de Dados Microsoft

Dia 11/05, tive a honra de palestrar na UNIP (Universidade Paulista), na turma de MBA de Comunicação e Gestão de TI e falei um pouco sobre as Comunidades Técnicas e a Plataforma de Dados da Microsoft, o tempo foi curto para o tanto que poderia ter sido dito, mas busquei elencar os benefícios de participar de comunidades técnicas com exemplos que praticamos todos os dias (dedicação, entrega e compartilhamento do saber), e o melhor é que tinham dois alunos com perfis bem distintos do esperado, um formado em Letras e uma Jornalista.
Poder levar um pouco das nossas ações e atividades (Virtual e Local Group, SQL Saturday e eventos pontuais como o “The Amazing Data”) é muito gratificante por que conseguimos alcançar pessoas que desconhecem todo o nosso trabalho e além disso, mostrar que temos consistência e unicidade, e que é possível fazer o impossível com custo zero para os participantes buscando entregar eventos de altíssimo nível.
Espero ter atendido a expectativa e que venham mais encontros e conversas como essa.
gostaria de agradecer ao Rogério Molina pelo convite, a Alessandra Colossetti que gentilmente viabilizou essa palestra, ao Prof. Leandro Vaz por gentilmente ter cedido um espaço na aula e feito contribuições enriquecedoras no nosso bate papo e ao Ariel que foi representar a comunidade.
Vamos em frente !

Veja algumas fotos de lá

Este slideshow necessita de JavaScript.

UNIP – Comunidades Técnicas e Plataforma de Dados Microsoft

SQL Day #1–BAhia

Saudações Pessoal,

Dessa vez venho com uma grande notícia.

Dia 03/09/2016 vai ser realizado em Salvador o SQL DAY #1 – Bahia. O maior evento dos ultimos tempos relacionado a plataforma de dados da Microsoft, o melhor é que é gratuito ! SIM ! Você não leu errado. Imagina um dia inteiro com palestrantes e palestras de altissimo nível de todo o Brasil, falando de Administração de Banco de Dados, BI, Alta disponibilidade, Performance e muito mais ! DIVULGUEM !

Continuar lendo “SQL Day #1–BAhia”

SQL Day #1–BAhia

MAX SERVER MEMORY < MINIMO

Surgiu ontem uma dúvida de um participante em um dos grupos que participo no Whatsapp, o pessoal ajudou na resolução do problema e eu resolvi simular o cenário, dividindo uma possível solução, essa não é a única forma, também pode-se solucionar usando o DAC (Dedicated Admin Connection), mas como nem todo mundo habilita o recurso e na prática o acesso é da mesma forma através do SQLCMD, eu optei em não me estender mais, apesar de parecer trivial nem todo mundo costuma usar o prompt para administração do SQL Server, e confesso que sou uma dessas pessoas.

Imaginem o seguinte cenário:

Um determinado usuário com permissões indevidas, resolveu alterar a quantidade de memória máxima do SQL Server, para o mínimo possível, fazendo com que o SQL parasse de responder, nesse post eu procurei simular o mesmo cenário e mostrar uma solução para ele.

Configuração Inicial

clip_image001

Configuração alterada para o mínimo

clip_image002

Erro ao tentar acessar após a redução de memória.

clip_image004

Inicialmente precisa parar os serviços do SQLServer e do Agent

clip_image006

Executar o CMD como administrador, e abrir duas janelas dele.

clip_image007

Na primeira tela do Command, deve-se navegar até o diretório do SQL que contém o executável do servidor que foi alterado,

clip_image008

Em seguida deve-se iniciar o SQL com o seguinte comando:

clip_image009

Onde:
-s :Permite iniciar uma instância nomeada do SQL Server. Sem o parâmetro -s definido, a instância padrão tentará iniciar. Você deve passar para o diretório BINN apropriado da instância em um prompt de comando antes de iniciar o sqlservr.exe. Por exemplo, se Instance1 tiver de usar \mssql$Instance1 para seus binários, o usuário deverá estar no diretório \mssql$instance1\binn para iniciar o sqlservr.exe -s instance1.
-f : Inicia uma instância do SQL Server com configuração mínima. Isso será útil se a definição de um valor de configuração (por exemplo, sobrecarga de confirmação de memória) impediu o servidor de ser iniciado. Iniciar o SQL Server no modo de configuração mínima coloca o SQL Server no modo de usuário único. Para obter mais informações, consulte a descrição de -m a seguir.

Na segunda janela do Command, deve-se iniciar o SQLCMD através da instrução abaixo, é necessário colocar no seguinte padrão <<servidor>>\instancia

clip_image010

clip_image011

Já no prompt do SQL, eu verifiquei a configuração do servidor para confirmar se a memória configurada estava realmente baixa, para isso usei o comando:

exec sp_configure

clip_image012

O retorno do comando abaixo mostra a quantidade minimum,maximum,config_value,run_value da memória do parametro ‘Max Server Memory (MB)’, no nosso exemplo,

o que nos importa é o parametro: config_value que está parametrizado para 0.

clip_image014

image

Executei o comando novamente, mas dessa vez setando o parametro ‘Max Server Memory (MB)’ para 1024, apesar de pequeno já nos permite acessar através do MMS

clip_image017

Após executar o comando é necessário executar o comando “reconfigure”, ele que vai persistir o valor que configuramos.

clip_image019

Ao executar novamente o comando exec sp_configure, ele já nos mostra o valor do config_value alterado para 1024

clip_image021

Em seguida é necessário reiniciar os serviços do SQL e do SQLAgent atrávés dos seguintes comandos:

NET START MSSQL$SQL2014
NET START SQLAGENT$SQL2014

clip_image023

Referencias

Opções de inicialização do SQLServer

https://msdn.microsoft.com/pt-br/library/ms190737.aspx

Utilitário SQLCMD

https://msdn.microsoft.com/pt-br/library/ms162773(v=sql.120).aspx

 

MAX SERVER MEMORY < MINIMO